sábado, 23 de setembro de 2017

COMUNIDADE DE CÓRREGO DOS RAMOS - ANGELÂNDIA MG:

COMUNIDADE DO CÓRREGO DOS RAMOS :
                                                      Primeira parte :

Por volta de 1847 , chega a cabeceira de um córrego , os Familiares do senhor Deodato Ramos , provenientes da região das matas .

A família foi aumentando , e com o passar dos anos , aquele córrego ficou conhecido como " COMUNIDADE  DOS RAMOS " .

Por ali viveram vários personagens , dentre eles o senhor , DEODATINHO , filho do senhor DEODATO RAMOS , o anfitrião da FAMILIA RAMOS .

Também pode-se destacar , pessoas que marcaram presença na região como :

Dona Maria Clara de Souza , " que fez doação de terreno , para a construção do primeiro cemitério e a Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Anjos , para a então Comunidade do Arrependido , " Vila Senhora dos Anjos , Vila dos Anjos , Angelândia " ; ela dona Maria Clara , era casada com o senhor Bento Ramos .
Outros personagens importantes foram : o senhor Deodatinho Ramos e dona Francisca da Alexandria , pais do senhor Fulgêncio Rodrigues da Alexandria .
Também ali moraram , Santos Ramos , José Ramos , Bento Ramos , Beata Ramos , Ricardinha Ramos , Ana Ramos , Mariana Ramos , Domingos Costa e outros tantos pioneiros dessa grandiosa Comunidade .

Naquela época as pessoas viviam e se sustentavam , através de plantações de sub- existência como :
Arroz, feijão , milho , mandioca e cana de açucar .

Era filhos do senhor Deodatinho , além do senhor Fulgêncio Rodrigues da Alexandria , Antônio Rodrigues Ramos , Maria Rodrigues Ramos , Ana Rodrigues Ramos , Lidio Ramos , Sebastião Luis Ramos .

Esses são alguns dos personagens da historia da FAMÍLIA RAMOS .

A HISTORIA DA IGREJA E TRADICIONAL FESTA DE SANTO ANTÔNIO :

                                                               Segunda parte :

O senhor Fulgêncio Rodrigues da Alexandria , ainda jovem , conheceu a adolescente Maria Pereira de Souza , moradora da Barra do Córrego da Grota Escura , e pouco tempo depois se casaram , e passaram a morar na região da família da dona Maria Pereira .
Dessa união nasceram os filhos :
Rita Rodrigues Pereira , Eleonor Rodrigues Pereira ( Dona Lôra ) , Maria Rodrigues Pereira ( Dona Cota ) , José Rodrigues Pereira ( Zé de Fulgêncio ) , Antônio Rodrigues Pereira ( Tô de Fulgêncio ) , José do Nascimento Rodrigues Pereira ( Néu de Fulgêncio ) .

A dona Maria Pereira , esposa do senhor Fulgêncio , era filha do senhor Antônio Pereira e dona Ana Pereira , e o senhor Fulgêncio , era filho de Deodatinho Ramos e dona Francisca da Alexandria .

Conta-se que em determinado tempo , a família , Ramos & Pereira , começou a passar por dificuldades financeiras , e em certo dia , a dona Maria , disse para o seu esposo Fulgêncio , que os filhos estavam à trés dias sem se alimentarem , pois não tinha nenhum alimento para eles ;
desesperados, ambos saíram em busca de sustento para a família , e como não conseguiram nada , dona Maria , fez uma promessa a Santo Antônio e ao senhor Bom Jesus , que interferissem por eles .
No outro dia , o senhor Fulgêncio retornou para casa ,  trazendo vários alimentos para os filhos .
Acreditando em um  milagre de Santo Antônio , a partir daquele dia , a família passou a venerar o Santo .
Tempos depois , passaram a morar na Comunidade dos Ramos , e para homenagear Santo Antônio , construíram , uma minuscula Capela , e colocaram uma pequena imagem do Santo , e todos os anos a Comunidade comemora , com muita festa e comida , para todas as pessoas presentes .

A TRADIÇÃO EM FABRICAR OBJETOS DE BARRO (ARGILA ) , O SONHO VISÃO , QUE FOI O INICIO DE TUDO :

                                                 Terceira parte :

A arte e tradição em fabricar panelas , potes , vasos , caqueiros , e outros produtos derivados do barro (argila ) , surgiu através de uma visão (sonho ) , que a dona Maria teve .

" Um certo dia , a minha mãe , teve uma visão (sonho ) , com um carneiro brilhante , parecendo que era banhado a ouro , que lhe disse :
Vocês estão passando fome , mas a solução , está em suas mãos , você sabe fazer potes e panelas de barro , faça e resolva a situação !
A partir desse dia , a minha mãe , meu pai , irmãos e eu , dedicamos a fazer panelas e potes de barro , e a fartura veio , nunca mais passamos fome , e é pela visão da minha mãe , e o milagre de Santo Antônio , que todos os anos , nós rezamos o terço ao Santo , e alimentamos à todas as pessoas que participam , relata dona COTA , emocionada ."

A fabricação dos objetos de barro , perpetuou  por muitos anos , mas depois da morte da dona Maria , foi paralisado .
Hoje a dona Cota , irmãos , filhos , netos , e moradores da Comunidade do Córrego dos Ramos , estão resgatando a tradição e fabricando , potes , bules , panelas , talhas , pratos , chicaras  , vasos  e muitos outros produtos , e a tradicional Festa de Santo Antônio , da Comunidade dos Ramos , acontece todos os anos , com a presença de pessoas de toda a região , e animada por uma Banda de Taquara , que é preservada e dirigida , por Juarez dos Ramos , filho de dona Cota , e neto de dona Maria e o senhor Fulgêncio .

" PRESERVAR E RESGATAR A MEMORIA DE UM POVO , É OBRIGAÇÃO E DEVER DE TODOS ."
                                           Vista parcial da Comunidade
                                          Capela de Santo Antônio
                                             As irmãs , dona Rita e dona Lôra
                                             Dona Cota
                                                Dona Maria - a Matriarca pioneira
                                                            Dona Higina - Irmã de dona Maria
                                           Dona Higina , tratando das criações
                                                          Dona Higina - irmã de dona Maria
                                            Dona Cota socando barro , para fazer as peças
                                          Juarez , Filho de dona Cota e neto de dona Maria
                                             Dona Cota , fazendo panela de barro
                                           As irmãs , dona Rita e dona Lôra
                                          Capela de Santo Antônio
                                          Imagem de Santo Antônio
                                             Filha e neta de dona Lôra
                                          Dona Lôra , mostrando as suas panelas
                                          Dona Cota , fazendo uma botija
                                          Peças de barro , prontas para ir ao forno
                                          A simpática , dona Cota



segunda-feira, 27 de março de 2017

SECRETÁRIO DE GOVERNO DE MG , E REPRESENTANTE DA FUNDAÇÃO CULTURAL PALMARES , ENTREGAM CERTIFICADO QUILOMBOLA , EM ANGELÂNDIA MG :

Aconteceu no dia 26 de Março 2017 , a entrega de Certificado de Reconhecimento de Comunidade Quilombola , no município de Angelândia , Minas Gerais .

As Comunidades Quilombolas de , Barra do Capão , Córrego do Engenho e Alto dos Bois , localizadas no município de Angelândia MG , receberam o Certificado de Reconhecimento de Comunidade Quilombola .


A solenidade de entrega do Certificado , aconteceu no Casarão , do Polo Histórico , Paisagístico e Turístico de Alto dos Bois  e contou com a presença dos representantes das trés Comunidades ; do Prefeito de Angelândia , Paulinho Pinheiro , Secretários municipais , Vereadores , e do convidado de honra , DÊGA FERNANDES ( ele foi o idealizador e articulador do resgate das Comunidades Quilombolas de Barra do Capão , Córrego do Engenho e Alto dos Bois , além de mais duas Comunidades no Município de Angelândia ) , e também da brilhante apresentação da Banda de Taquara Antiga Geração de Santo Antônio dos Moreiras .

A entrega do Certificado , foi feita pelo Secretário de Estado do Desenvolvimento Agrário de MG , o Professor Neivaldo , e pelo representante da Fundação Cultural Palmares , em Minas Gerais , o senhor Vanderli .

A partir de agora , as trés Comunidades Quilombolas , estão aptas , para reivindicarem os seus direitos , garantidos pela Constituição Brasileira ,  visto que já são reconhecidas pela Fundação Palmares , são registradas e com CNPJ .

Espera-se dos Gestores Públicos municipais , Estaduais e Federais , o apoio a estas e outras Comunidades Quilombolas , que existem no município de Angelândia , especialmente a de Alto dos Bois , que faz parte da historia de Minas Gerais e do Brasil .





























terça-feira, 7 de março de 2017

HERMELINDA , PRIMEIRA PROFESSORA ESTADUAL DE VILA DOS ANJOS , COMPLETA 93 ANOS  , E MORA NA CIDADE DE ANGELÂNDIA MG :


Hermelinda Gandra de Almeida , 93 anos de idade , viúva , do saudoso , Manoel Gomes Evangelista , ( Manoel Batista ) , Professora aposentada , Escritora , e Artesã , natural da cidade de Capelinha MG , filha do senhor , Tibúrcio Celestino de Almeida , Tropeiro , Comerciante e Professor , e da senhora Teresa de Sousa Gandra , do Lar , vem de uma tradicional Família , de 10 Irmãos ;

São eles :

Dona Hermelinda - Joaquim ( Quim de Tibúrcio ) - Delmiro - Belmiro - Antônio - Eujácio ( Jaço ) - Nair ( dona Lossa de Tião ) - Sebastião ( Teia ) -Rosalina - e Clemente ;

É Mãe de 12 filhos ;

São eles :

Antônio ( Nim ) - Alzira ( Zinha )- Alziton ( Zito ) - Adailton ( Dailton ) - Adilson (Dissim ) - Adelson ( Dé ) - Anizia ( Niu / Guiu ) - Afonso ( Fon ) in memoriam " - Altamiro ( Bira ) - Algemiro ( Nêra ) - Almerinda ( Tana ) - Aderval ( Tintin ) .

O seu Pai , o senhor Tibúrcio , era Baiano , e veio morar no município de Capelinha MG ,em 1.915 , juntamente com mais dois irmãos , o senhor , Clemente Celestino de Almeida , ( mais tarde , este , veio a morar e ser Comerciante em Vila dos Anjos ) , e o senhor Américo .

Os seus Pais , Tibúrcio e dona Tereza , moraram na cidade de Capelinha , e em 1.939 , mudaram para a Comunidade do Arrependido ( Vila dos Anjos ) ,juntamente com todos os irmãos da dona Hermelinda .

O senhor Tibúrcio Celestino , exerceu diversas atividades na Comunidade :
Foi Tropeiro , Comerciante , e Professor , e lecionava para vários filhos de Fazendeiros da região , como, Comunidade de Catolés - São Benedito - Sapé/ timirim - e Alto dos Bois .

Seguindo a trajetória do seu Pai , dona Hermelinda , já com 15 anos de idade , começou a Lecionar , em uma pequena Escola ( só tinha um cômodo ) , localizada nos fundos , onde é hoje , a sua residência , ( próxima a estrada Ruralminas , Avenida Capelinha ) , e em seguida , passou a lecionar na segunda Escola , ( onde é hoje , o Mercado Municipal , no centro de Angelândia ) , (Construida em 1.949 , pelo então Prefeito de Capelinha , Jacinto Pimenta ).

E por fim , veio a lecionar em definitivo , na Escola Estadual de Vila dos Anjos ( Escola  Estadual Augusto Barbosa ) , .

Escola esta , construida pelo Prefeito á época de Capelinha , o senhor Augusto Barbosa , que após o término da obra em 1.951 , entregou as chaves da Escola , para dona Hermelinda , iniciando como Professora Estadual , pois ela trabalhou apenas , quatro anos , como Professora municipal , e aposentou-se em 1.977 , como Professora Estadual .

Dona Hermelinda diz , muito emocionada :
' ( Quando a nossa Família mudou para Comunidade do Arrependido , eu era criança / adolescente , e ali só existia cinco famílias , a do senhor Santos de Souza , e da senhora, Maria Clara , ( doadores dos terrenos , para a construção da Igreja e do Cemitério ) , e a família do senhor Joaquim Vieira , e Eduardo de Souza e senhor Vicente Pêgo , e só existia o cemitério  e o inicio da construção da Igreja local , através do Padre , José Batista , pois as missas era celebrada na casa do senhor , Santos de Souza ( localizada nos fundos onde é hoje a Escola Estadual Augusto Barbosa ) , e a primeira Professora oficial da Comunidade , foi , Maria Júlia , oriunda da cidade de Capelinha , )", finaliza dona Hermelinda , com expressão de satisfação e lágrimas nos olhos .

A Mestra Hermelinda , escreveu e lançou recentemente  em 2015 , o Livro  :

" A VOZ DE DONA HERMELINDA NOS REGIONALISMOS DO VALE DO JEQUITINHONHA, ".
Ela relata no seu livro , o dialeto do dia a dia , dos moradores da região , e os traduzem , " quase como um dicionário . "

Em reconhecimento aos seus trabalhos , ao município de Angelândia , dona Hermelinda recebeu , da casa da Cultura Angelandense , uma homenagem que leva o seu nome , e participou do Programa Viação Cipó , (TV ALTEROSA SBT ) , que fez um documentário no município em 2012 .

Por estas e muito mais , dona Hermelinda , é uma das Fundadoras e grande colaboradora da Educação , juntamente com a sua Família , do Arraial de Villa Senhora dos Anjos , Vila dos Anjos , Angelândia " A CIDADE DOS ANJOS ", ,

Pessoa muito culta , simpática , caridosa ,grande educadora , faz parte da historia da cidade de Angelândia MG , localizada no Vale Alto Jequitinhonha , Nordeste Mineiro .




                                          Dona Hermelinda e os seus Filhos .



                                          Dona Tereza e o senhor Tibúrcio Celestino .

                                          Capa do Livro , lançado por dona Hermelinda .
                                          Seu esposo , senhor Manoel Batista .
                                          Senhor Manoel e dona Hermelinda .
                                          Dona Hermelinda e o senhor Manoel Batista .



quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Prefeito eleito de Angelândia MG , Paulinho Pinheiro , é Diplomado !

O PREFEITO ELEITO DE ANGELÂNDIA MG , PAULINHO PINHEIRO , PSDB , E A SUA VICE PREFEITA ELEITA , GIUSA , PTB , SÃO DIPLOMADOS NA COMARCA DE CAPELINHA MG .

Foram diplomados no dia 12 de Dezembro de 2016 , na Comarca da cidade de Capelinha MG , o Prefeito eleito de Angelândia MG , Paulinho Pinheiro e a sua vice Prefeita eleita Giusa , e mais nove Vereadores eleitos de Angelândia .


João Paulo Batista de Souza , ( o Paulinho Pinheiro ) , 36 anos , Agricultor Familiar , ( Vereador 2013/2016 ) , natural do Sapé- Timirim , Comunidade da Zona Rural do município de Angelândia MG , Nordeste de Minas Gerais , Vale Alto Jequitinhonha , pai de uma filha Rhayane de 11 anos , casado com a senhora , dona Aparecida Ferreira de Paula , 33 anos de idade , Presidente da ( COAFA ) , Cooperativa dos Agricultores Familiares de Angelândia , e Tesoureira da Associação Comunitária Rural , das Comunidades de Sapé-Timirim .

Paulinho é atualmente Vereador eleito em 2012 , por Angelândia , com 286 votos , o segundo mais votado do município , e a primeira Vereadora mais votada em 2012 , com 296 votos , é a sua vice Prefeita eleita Giusa .

O Prefeito eleito , sempre seguiu os passos do seu Pai , o ex. Vereador João Pinheiro , e trabalhou na lavoura , desde de criança , e quando alguém lhe pergunta a sua Profissão , ele responde prontamente , ( eu sou pequeno Agricultor Familiar , e sempre trabalhei na roça , e tenho o maior orgulho em dizer isto , pois o trabalho por mais simples que seja , enobrece e dignifica o homem , afirma Paulinho ).

A profissão de Agricultor , lhe rendeu 03 mandatos como Presidente da Associação Comunitária  Rural , de Sapé-Timirim , além de Secretário de Agricultura , e Vereador 2013/2016 .

Em 2016 , foi candidato a Prefeito , pela Coligação , PSDB , PTB , PDT , PP , e PSD , juntamente com a sua vice Giusa , , numa disputa acirrada , contra o atual Prefeito Thiago Pimenta , e mais dois candidatos , Zélia Cardoso , ex, Prefeita de Angelândia , e Jaques Fernandes , filho do atual Vereador Nagib Fernandes .

Paulinho Pinheiro , venceu a eleição com uma expressiva diferença de votos , contra o segundo colocado ,  com 2.559  , e 1.561  de Thiago , diferença de 998 votos.

O Prefeito eleito Paulinho , vem de uma tradicional Família politica e fundadores do então Povoado  de Vila dos Anjos ( Angelândia ) , ( FAMÍLIA BATISTA & FERNANDES ) , e um dos primeiros Vereadores do Povoado , foi o senhor Martinho Alves da Silva , era seu Tio , ( casado com dona Josefa Fernandes ) , também sobrinho de um dos primeiros Vereadores da cidade de Angelândia , Graciano Batista , ( Ex, Vereador , ex, Prefeito , e atual Vereador eleito 2016 ) , primo do atual e reeleito Vereador Léo de Mauro , sobrinho do Vereador Nagib Fernandes , ( esposa Maria Batista Fernandes ) , e primo  do candidato a Prefeito derrotado nas eleições 2016 , Jaques Fernandes , e a sua Vice Prefeita eleita Giusa , é Vereadora e esposa do Vereador eleito Graciano Batista , Paulinho é  filho do ex, Vereador João Pinheiro e de dona Antônia Batista de Souza .

O Prefeito eleito , Paulinho Pinheiro , foi diplomado no dia 12 do corrente mês de Dezembro de 2016 , e deverá tomar posse no dia 01 ( primeiro ) de Janeiro de 2.017 , em um mandato 2.017/2.020 .

A população de Angelândia espera com muita ansiedade , a posse do novo Prefeito eleito Paulinho , juntamente com a sua vice Giusa , com esperança renovada de dias melhores na Administração Pública do município .