quinta-feira, 9 de novembro de 2017

DONA ALICE , PROFESSORA APOSENTADA , FAZ PARTE DA HISTORIA DE VILA DOS ANJOS ( ANGELÂNDIA MG :

ANGELÂNDIA : NOSSA CIDADE , NOSSA HISTORIA :

Foi em 25 de Outubro de 1931 , que nascia no Povoado de Bomfim  (Água Boa MG ) , a bela menina , Alice !

Alice Luiz Santana , de família tradicional do Povoado do Bomfim , ( Água Boa MG ) , lá já pertenceu ao município de Capelinha MG .
Filha do ex. Farmacêutico prático e ex. Vereador  , José Bonifácio Santana ( senhor Juquinha ) , e da senhora , Clemência Luiz de Souza .

Alice , desde de criança , já encantava a todos , com a sua simpatia e beleza , e foi na juventude que conheceu o jovem , Floriano Cordeiro Santana , ( o senhor Tété ) .

Depois de um bonito namoro e noivado , vieram a se unirem , através do enlace matrimonial .
Dessa união , nasceram 11 ( onze ) filhos , são eles :

Carlos - Adailsa - Dalva - Rubens - Hailton - Darlei - Sidney - Edma - Valdete - Miramar  e Sônia ( im memoriam ) .

No inicio do ano de 1966 , a Família Santana , se mudou para o então Povoado de Vila dos Anjos ( Angelândia MG ) .

Quando dona Alice e Família , chegou a Vila dos Anjos , ela já era Professora , e no mês de Maio  daquele ano , já começou a lecionar na Escola Estadual Vila dos Anjos , e chegou a ser Coordenadora da Escola , quando a saudosa Professora e Diretora , Geni Dias Vale ,  se afastou da Direção da mesma .

Além de dona Geni , também foram colegas de trabalho , as Professoras , dona Hermelinda Gandra de Almeida , dona Honorinda Dias Vale , e tantas outras que fizeram historia , na Educação de Vila dos Anjos .

A Família Santana , marcou e deixou saudades , nas pessoas do Povoado de Vila dos Anjos , tanto quanto , o marido de dona Alice , o senhor Floriano Cordeiro Santana , ( o Tété ) , que era Farmacêutico prático , profissão que veio , através do apoio do seu sogro , o senhor José Bonifácio Santana , que era dono de Farmácia , no Povoado de Bomfim ; dai a sua experiência como Farmacêutico .

O senhor Floriano ( Tété ) , era tão bom na área da saúde , que várias pessoas do então Povoado de Vila dos Anjos , o chamavam de , ( MÉDICO DO POVO ) .

Quando alguém o procurava , com problemas graves de saúde , ele recorria  e relatava o fato , ao Médico Dr. Gilson Pires , do município de Teófilo Otoni MG , que emitia a receita , e o senhor Floriano , medicava as pessoas , com segurança e orientações médicas .

Carismático e atencioso , era muito amado e respeitado por todos , e por esses adjetivos , ele foi homenageado , pelo município de Angelândia MG , que deu o nome a Policlínica municipal local de , FLORIANO CORDEIRO SANTANA  .

Dona Alice Luiz Santana e seu esposo , Floriano Cordeiro Santana , são pessoas , que contribuiram para o desenvolvimento , da saúde e educação , de Vila dos Anjos ( Angelãndia ) , e por isso merecem os aplausos e reconhecimento de todos os Angelandenses .

" RESGATAR E PRESERVAR A MEMORIA DE UM POVO , É DEVER E OBRIGAÇÃO DE CADA PESSOA ".

                                          Dona Alice , foto atual .
                                          Dona Alice , foto atual .
                                          Senhor Floriano , esposo de dona Alice .
                                         Dona Alice e seus filhos .
                                          Dona Alice , seus Pais e o esposo Floriano - casamento .
                                       Senhor Floriano Jovem e dona Alice , 18 anos .
                                Dona Alice e seu esposo Floriano - alunos E E Vila dos Anjos
                                            Dona Alice Jovem
                                      Senhor Floriano , Jovem .

terça-feira, 24 de outubro de 2017

DOCUMENTÁRIO HISTÓRICO , COMUNIDADE DOS RODRIGUES , SÃO BENEDITO .

COMUNIDADE DOS RODRIGUES - SÃO BENEDITO - ANGELÂNDIA MG .


Foi em meados de 1880 , que chegou a barra de um Córrego ( que mais tarde , veio a ser chamado de Córrego dos Coités ) , distante aproximadamente 04 km , do então Rio ARREPENDIDO , o senhor , JOAQUIM RODRIGUES , filho ( PARTICULAR ) do CORONEL JUSTINIANO GOMES LEAL , da ALDEIA DE ALTO DOS BOIS .

JOAQUIM RODRIGUES , fixou residência naquele local e constituiu Família !

Ele era pai de , FRANCISCO RODRIGUES , que morou na Cabeceira (nascente ) do  CÓRREGO DOS COITÉS, e de JOÃO RODRIGUES , que morou na Barra do CÓRREGO SÃO BENEDITO .

O senhor FRANCISCO RODRIGUES , casado com dona FRANCISCA RODRIGUES , era pai de , AGOSTINHO RODRIGUES , Antônio Rodrigues , Sebastião Rodrigues , Joaquim Rodrigues , José Rodrigues , e Rita Rodrigues .

O senhor , JOÃO RODRIGUES , era casado com dona Georgina Peçanha Lopes , e era pai de , TEODOLINO RODRIGUES PEÇANHA , Joaquim Rodrigues Peçanha , Rita Rodrigues Peçanha , Izabel Rodrigues Peçanha , Jovita Rodrigues Peçanha , Enedina Rodrigues Peçanha , Ana Rodrigues Peçanha , Maria Rodrigues Peçanha , e Rosalina Rodrigues Peçanha .

Dentre esses primeiros ilustres moradores , podemos citar duas Famílias , que se destacaram na COMUNIDADE DOS RODRIGUES , SÃO BENEDITO !
A família do senhor , TEODOLINO RODRIGUES PEÇANHA , casado com dona AUGUSTA LUIZ PÊGO  , e que fixaram residência na Barra do CÓRREGO SÃO BENEDITO ,e  pais de 09 filhos , são eles :
Manoel Rodrigues Pêgo (TURIBA ) , Raul Rodrigues Pêgo , Rosaria Rodrigues Pêgo ( GONHA ) , Agostinho Rodrigues Pêgo , (CONGO ) , Flora Rodrigues Pêgo , João Rodrigues Pêgo , Joaquim Rodrigues Pêgo , Sebastião Rodrigues Pêgo ( JACHEGA ) , e Ana Rodrigues Pêgo .

A família do senhor , AGOSTINHO RODRIGUES DAS CHAGAS , casado com a senhora , MARIA DA COSTA SOUZA , ( Ela era descendente de Família da COSTA RICA , um País da América Central ) , e fixaram residência na Barra do CÓRREGO DAS PEDRAS , com CÓRREGO DA GRAMINHA , pais de JOSÉ RODRIGUES COSTA , Rita Rodrigues Costa , Francisca Rodrigues Costa , Abilio Rodrigues Costa , Hermínia Rodrigues Costa , Cecília Rodrigues Costa , Vicente Rodrigues Costa , Francino Rodrigues Costa , e Joaquim Rodrigues Costa .

A Comunidade foi desenvolvendo , e vários sobrenomes , se juntaram à aos dos primeiros moradores da região !
São alguns desses sobrenomes :
RODRIGUES - COSTA - PÊGO - VIEIRA - PEÇANHA - SANTOS - SOUZA - LOPES -PEREIRA - FERNANDES - LUIZ - e uma variedade de outros sobrenomes não citados !

Uma curiosidade , sobre os nomes dos córregos :

                                 CÓRREGO DOS COITÉS:

Dizem que , aquele local era passagem de Tropeiros , oriundos do Norte e Nordeste de Minas Gerais , e ali pernoitavam , para seguirem viagem , no dia seguinte .
Certo dia , um dos Tropeiros , ao lavar os vasilhames , deixou cair e foi levado por água abaixo , uma especie de tigela , (coité ) , e a partir daquele dia , quando se referia à aquela região , os Tropeiros diziam !
" Vamos pernoitar lá , naquele Córrego , o dos COITÉS " .
E assim é conhecido até hoje , o CÓRREGO DOS COITÉS .

                                        CÓRREGO DE SÃO BENEDITO :

A lenda diz , que um Forasteiro , proveniente da região de Salinas MG , por nome de Benedito , chegou a cabeceira de um Córrego , trazendo junto a sua bagagem , uma pequena imagem de santo , por nome de São Benedito .
Por ali ele fixou residência , casou , constituiu Família , e passou a adorar a imagem do santo , e quando se referia ao local onde morava ,  ele dizia , " eu moro na cabeceira do CÓRREGO SÃO BENEDITO " ; e até hoje os moradores , mantém esse nome , CÓRREGO SÃO BENEDITO .
Em homenagem a São Benedito , a Comunidade construiu , uma Igreja dedicada ao santo , e todos os anos , é realizada a TRADICIONAL FESTA DE SÃO BENEDITO !

Podemos ainda citar , o desenvolvimento da localidade , começando pela educação !

Próximo a casa , onde morou o senhor , TEODOLINO RODRIGUES PEÇANHA , foi construído um pequeno cômodo , a fim de abrigar uma Escolinha .
Por lá , vários Professores lecionaram , dentre eles , o saudoso Tibúrcio Celestino de Almeida , um dos primeiros moradores da COMUNIDADE DO ARREPENDIDO , ( VILA DOS ANJOS , ANGELÃNDIA MG ) , e a Líder Comunitária , nora de TEODOLINO , a senhora Georgina Rodrigues Pêgo .
Os anos se passaram , e próximo daquele local , foi construído um novo prédio , onde mais de 160 crianças estudavam , e logo a Escola passou a ser , ESCOLA ESTADUAL TEODOLINO RODRIGUES PEÇANHA ,  e em 1987 , foi inaugurada , sendo a sua primeira Diretora , a senhora MARIA AGNALVA NUNES FERNANDES .

Anos depois , o Governo do Estado de Minas Gerais , lançou um Projeto e municipalizou , várias Escolas Estaduais Rurais, entre elas , a E.E . TEODOLINO RODRIGUES PEÇANHA , e atualmente o prédio está inativo e abandonado .
Há um novo Projeto , entre União/ Estado / Município , para se instalar ali , uma ESCOLA FAMILIAR AGRÍCOLA , que viria beneficiar vários jovens estudantes , que buscam os seus estudos , em cidades vizinhas , ou até em outros Estados do Brasil .

A cultura , o Esporte , a Saúde , a Religiosidade , a Diversão , o Comércio , e a Agricultura , estão presentes naquela Localidade , e os moradores lutam para que a COMUNIDADE , sela transformada em POVOADO , , e até já tramita na Câmara Municipal de Angelândia , um Projeto para lá se transformar no Povoado de RODRIGOPOLS , em homenagens aos primeiros habitantes e a numerosa Família Rodrigues , QUE ALI RESIDEM !

A COMUNIDADE DOS RODRIGUES / SÃO BENEDITO , possui uma Associação dos Pequenos Produtores Rurais , Associação das Mulheres , Casa da Pastoral da Criança , Posto de Saúde , Igreja de São Benedito , Igreja Evangélica , Campo de Futebol , Quadra Poliesportiva / iluminada , Associação Esportiva , e uma Equipe de futebol de campo , que disputa e já foi Campeão municipal e Regional , por diversas vezes , a equipe do NOVA PÁTRIA .

Além de Bares , Mercearias , e até um lava a jato , é composto as Ruas e a infra estrutura do futuro POVOADO de RODRIGOPOLIS .

A cultura , o artesanato , a fabricação de produtos caseiros , ( farinha de milho e de mandioca , biscoitos , doces , salgados , ) e muitos outros estão presentes na vida daquele povo !

Ali existiu e foi fundada , pelo pai do senhor ZIQUINHA PÊGO , o senhor , JOSÉ LUIZ PÊGO , a primeira Banda de Taquara / Marujada , com a colaboração dos senhores , VICENTE PÊGO , MANOEL RODRIGUES , JOSÉ TINO , ADÃO MATEUS , e vários outros moradores , e teve continuidade com o senhor , ( DÔDÔ ) , e hoje é representada , por DONIZETE RODRIGUES , (CABELO ) .

A politica também se faz presente ali , e já foram eleitos dois Vereadores , Jair Cirino e Jair Porto , e hoje é representada por dois primeiros Suplentes de Vereador , FRANCISCO RODRIGUES , PTB ( CHIQUINHO ) , e ANANIAS RODRIGUES , PMDB , este , uma Liderança , no Esporte , na Cultura , e Associação .

Ultimamente a Tradicional Festa de São Benedito , ganhou mais uma atração , a Cavalgada , que no seu segundo ano , já está se transformando também em tradição , visto a grande presença de pessoas nas mesmas , principalmente , jovens e adolescentes .

Este documentário , contou com informações e colaboração de :

Osvaldo Rodrigues Costa , filho do saudoso , José Rodrigues Costa ;
Dona Ernestina Alves Vieira , (dona Nóca ) , filha do saudoso , Joaquim Vieira de Souza , um dos primeiros Comerciantes e Farmacêutico prático , da então Comunidade do Arrependido , (VILA SENHORA DOS ANJOS , VELA DOS ANJOS , ANGELÂNDIA ) ;
Da senhora , Georgina Rodrigues Pêgo , e seu esposo Sebastião Rodrigues (JACHEGA ) ;
Do senhor Ziquinha Pêgo  e família ;
Também a prestativa colaboração , das filhas e Neta , do senhor Francino Rodrigues .

" RESGATAR E PRESERVAR A HISTORIA E MEMORIA DE UM POVO , É DEVER DE TODOS ".
                                         Antiga casa de morada de Agostinho Rodrigues.
 José Rodrigues , Herminia , Rita , Cecilia , Francino e Abilio .
     Teodolino , Dona Augusta e Geraldo Prisco. Antiga Casa
 Foto em frente a antiga Escolinha , Tereza Luiz Pêgo , Augusta Luiz Pêgo.
                                    Saudoso Raul Rodrigues e dona Madalena Pêgo .

                                 Equipe de futebol : Nova Pátria
                                  Senhor Ziquinha Pêgo e Esposa .
                       Dona Augusta Luiz Pêgo , em frente a antiga Escolinha
                               Dona Georgina Pêgo , e seu esposo Sebastião ( Jachega )

                           Dona Jacinta e seu esposo Teodolino
                          Prédio da ex. E . E . Teodolino Rodrigues Peçanha .
                         Descendente , fazendo Amido de mandioca ( goma )
           A simpática , Ernestina Alves Vieira ( Dona Nóca )
                                          Rua da Comunidade .
                                 Lateral da Igreja de São Benedito .
                                 Rua da Comunidade .
                            Frente da Igreja de São Benedito .
                                          Igreja Evangelíca .
                                        Prédio do Posto de Saúde .
                                                   Lava a Jato .
                                         Bar da Comunidade .
                                        Muro de fachada , da Associação Comunitária .
                              Quadra Poliesportiva/iluminada .




sábado, 23 de setembro de 2017

COMUNIDADE DE CÓRREGO DOS RAMOS - ANGELÂNDIA MG:

COMUNIDADE DO CÓRREGO DOS RAMOS :
                                                      Primeira parte :

Por volta de 1847 , chega a cabeceira de um córrego , os Familiares do senhor Deodato Ramos , provenientes da região das matas .

A família foi aumentando , e com o passar dos anos , aquele córrego ficou conhecido como " COMUNIDADE  DOS RAMOS " .

Por ali viveram vários personagens , dentre eles o senhor , DEODATINHO , filho do senhor DEODATO RAMOS , o anfitrião da FAMILIA RAMOS .

Também pode-se destacar , pessoas que marcaram presença na região como :

Dona Maria Clara de Souza , " que fez doação de terreno , para a construção do primeiro cemitério e a Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Anjos , para a então Comunidade do Arrependido , " Vila Senhora dos Anjos , Vila dos Anjos , Angelândia " ; ela dona Maria Clara , era casada com o senhor Bento Ramos .
Outros personagens importantes foram : o senhor Deodatinho Ramos e dona Francisca da Alexandria , pais do senhor Fulgêncio Rodrigues da Alexandria .
Também ali moraram , Santos Ramos , José Ramos , Bento Ramos , Beata Ramos , Ricardinha Ramos , Ana Ramos , Mariana Ramos , Domingos Costa e outros tantos pioneiros dessa grandiosa Comunidade .

Naquela época as pessoas viviam e se sustentavam , através de plantações de sub- existência como :
Arroz, feijão , milho , mandioca e cana de açucar .

Era filhos do senhor Deodatinho , além do senhor Fulgêncio Rodrigues da Alexandria , Antônio Rodrigues Ramos , Maria Rodrigues Ramos , Ana Rodrigues Ramos , Lidio Ramos , Sebastião Luis Ramos .

Esses são alguns dos personagens da historia da FAMÍLIA RAMOS .

A HISTORIA DA IGREJA E TRADICIONAL FESTA DE SANTO ANTÔNIO :

                                                               Segunda parte :

O senhor Fulgêncio Rodrigues da Alexandria , ainda jovem , conheceu a adolescente Maria Pereira de Souza , moradora da Barra do Córrego da Grota Escura , e pouco tempo depois se casaram , e passaram a morar na região da família da dona Maria Pereira .
Dessa união nasceram os filhos :
Rita Rodrigues Pereira , Eleonor Rodrigues Pereira ( Dona Lôra ) , Maria Rodrigues Pereira ( Dona Cota ) , José Rodrigues Pereira ( Zé de Fulgêncio ) , Antônio Rodrigues Pereira ( Tô de Fulgêncio ) , José do Nascimento Rodrigues Pereira ( Néu de Fulgêncio ) .

A dona Maria Pereira , esposa do senhor Fulgêncio , era filha do senhor Antônio Pereira e dona Ana Pereira , e o senhor Fulgêncio , era filho de Deodatinho Ramos e dona Francisca da Alexandria .

Conta-se que em determinado tempo , a família , Ramos & Pereira , começou a passar por dificuldades financeiras , e em certo dia , a dona Maria , disse para o seu esposo Fulgêncio , que os filhos estavam à trés dias sem se alimentarem , pois não tinha nenhum alimento para eles ;
desesperados, ambos saíram em busca de sustento para a família , e como não conseguiram nada , dona Maria , fez uma promessa a Santo Antônio e ao senhor Bom Jesus , que interferissem por eles .
No outro dia , o senhor Fulgêncio retornou para casa ,  trazendo vários alimentos para os filhos .
Acreditando em um  milagre de Santo Antônio , a partir daquele dia , a família passou a venerar o Santo .
Tempos depois , passaram a morar na Comunidade dos Ramos , e para homenagear Santo Antônio , construíram , uma minuscula Capela , e colocaram uma pequena imagem do Santo , e todos os anos a Comunidade comemora , com muita festa e comida , para todas as pessoas presentes .

A TRADIÇÃO EM FABRICAR OBJETOS DE BARRO (ARGILA ) , O SONHO VISÃO , QUE FOI O INICIO DE TUDO :

                                                 Terceira parte :

A arte e tradição em fabricar panelas , potes , vasos , caqueiros , e outros produtos derivados do barro (argila ) , surgiu através de uma visão (sonho ) , que a dona Maria teve .

" Um certo dia , a minha mãe , teve uma visão (sonho ) , com um carneiro brilhante , parecendo que era banhado a ouro , que lhe disse :
Vocês estão passando fome , mas a solução , está em suas mãos , você sabe fazer potes e panelas de barro , faça e resolva a situação !
A partir desse dia , a minha mãe , meu pai , irmãos e eu , dedicamos a fazer panelas e potes de barro , e a fartura veio , nunca mais passamos fome , e é pela visão da minha mãe , e o milagre de Santo Antônio , que todos os anos , nós rezamos o terço ao Santo , e alimentamos à todas as pessoas que participam , relata dona COTA , emocionada ."

A fabricação dos objetos de barro , perpetuou  por muitos anos , mas depois da morte da dona Maria , foi paralisado .
Hoje a dona Cota , irmãos , filhos , netos , e moradores da Comunidade do Córrego dos Ramos , estão resgatando a tradição e fabricando , potes , bules , panelas , talhas , pratos , chicaras  , vasos  e muitos outros produtos , e a tradicional Festa de Santo Antônio , da Comunidade dos Ramos , acontece todos os anos , com a presença de pessoas de toda a região , e animada por uma Banda de Taquara , que é preservada e dirigida , por Juarez dos Ramos , filho de dona Cota , e neto de dona Maria e o senhor Fulgêncio .

" PRESERVAR E RESGATAR A MEMORIA DE UM POVO , É OBRIGAÇÃO E DEVER DE TODOS ."
                                           Vista parcial da Comunidade
                                          Capela de Santo Antônio
                                             As irmãs , dona Rita e dona Lôra
                                             Dona Cota
                                                Dona Maria - a Matriarca pioneira
                                                            Dona Higina - Irmã de dona Maria
                                           Dona Higina , tratando das criações
                                                          Dona Higina - irmã de dona Maria
                                            Dona Cota socando barro , para fazer as peças
                                          Juarez , Filho de dona Cota e neto de dona Maria
                                             Dona Cota , fazendo panela de barro
                                           As irmãs , dona Rita e dona Lôra
                                          Capela de Santo Antônio
                                          Imagem de Santo Antônio
                                             Filha e neta de dona Lôra
                                          Dona Lôra , mostrando as suas panelas
                                          Dona Cota , fazendo uma botija
                                          Peças de barro , prontas para ir ao forno
                                          A simpática , dona Cota


                                          Dona Rita Torquato e senhor Lidio Ramos
                                          Dona Margarida e senhor Marcolino Pacheco
                                         Juarez , filho de dona Cota e neto de dona Maria
                                        Dona Ana Rodrigues , filha de Antônio Rodrigues